Conceitos Fundamentais de Gestão de Mudanças

17 de setembro de 2014

Para entender sobre gestão de mudanças e como conduzir processos de gestão de mudanças, é importante primeiro entender os conceitos fundamentais e o cenário das mudanças e um contexto organizacional. Quando pensamos em uma estrutura de organização, existem cenários importantes que são os componentes, os quais interligados, suportam o funcionamento organizacional:

Processos: Refere-se aos processos internos que suportam a organização, as maneiras e métodos de trabalho, o caminho até chegar no produto final, as etapas de cada caminho

Estrutura: A estrutura da organização refere-se a maneira que a mesma está organizada, políticas de RH, estrutura de áreas, cargos, funções, salários. Estrutura física, sistemas utilizados, etc.

Geralmente quando lidamos com mudança, mexemos e realizamos planos para essas duas partes do complexo organização: processos e estrutura. Esse é um processo natural porque nos auxilia a pensar linearmente e logicamente em ações executáveis e mudanças visíveis.

Porém, quando se fala em Change Management ou Gestão de Mudanças, refere-se ao lado instintivo do processo de mudança, caracterizado pelas seguintes partes do todo organizacional:

Cultura: Como a organização é,  como ela representa suas crenças, sua maneira de ser, de agir, de criar significado.

Redes: As relações e as conexões entre pessoas. As crenças não faladas, a motivação de cada um.

Redes e cultura traduzem os motivos pelos quais projetos de mudança no eixo físico falham e nos sugerem a olhar para a mudança como um processo sistêmico, operado por pessoas e sem as quais, a mudança não se torna efetiva.

São nessas estruturas que falamos em nossos cursos, em gerenciar estruturas instintivas enquanto a mudança nas estruturas físicas precisam ocorrer.

A partir desse conceito, começamos então a nos fazer as seguintes perguntas:

– Toda a mudança que envolva a parte física da organização necessita da gestão de mudanças instintiva?

– Para qualquer projeto novo que eu queira implementar na organização irei precisar olhar para os eixos instintivos?

– Para mudanças grandes e significativas, esse olhar é diferenciado?

A resposta para as três perguntas acima é a mesma: Sim.

Se você está conduzindo qualquer processo que envolva mudança, comece olhando para a sua estrutura física que está sendo mudada e se perguntando que pessoas serão impactadas por ela e depois responda com sinceridade:

Como estão essas pessoas? É por elas que você deve começar.

Qual o risco de não fazer?

O risco do seu projeto não dar certo.

Você quer saber mais sobre o assunto? Fique ligado em nossos canais, estamos sempre falando sobre o tema.